Maria Clara – ModaLisboa
33475
portfolio-item-template-default,single,single-portfolio-item,postid-33475,theme-audrey,eltd-core-1.1.1,woocommerce-no-js,et_monarch,designers,portfolio-item-maria-clara,modalisboa-child-ver-1.0.0,audrey-ver-1.5,eltd-smooth-scroll,eltd-smooth-page-transitions,eltd-mimic-ajax,eltd-grid-1200,eltd-blog-installed,eltd-follow-portfolio-info,eltd-default-style,eltd-fade-push-text-right,eltd-header-standard,eltd-fixed-on-scroll,eltd-default-mobile-header,eltd-sticky-up-mobile-header,eltd-menu-item-first-level-bg-color,eltd-dropdown-default,eltd-light-header,eltd-fullscreen-search eltd-search-fade,eltd-side-menu-slide-from-right,eltd-woocommerce-columns-2,eltd-woo-small-space,eltd-woo-single-thumb-below-image,eltd-woo-single-has-pretty-photo,wpb-js-composer js-comp-ver-6.4.1,vc_responsive

Designers

Maria Clara

Designer

Maria Clara

WORKSTATION
Ver Bio
RqdqWTVgW2EnUqY9FUdI

TANT QUE LA TÊTE EST SUR LE COU // Desde que a cabeça esteja no Pescoço

“Tant que la Tête est sur le Cou” tem origem na obra mímica do mesmo nome de Claire Heggen e Yves Marc, 1978. Com base no conceito desta peça, explorou-se a desconstrução do movimento e da forma no processo criativo desta coleção.
Nesta colaboração com a Tintex Textiles, desafiaram-se as fronteiras e os limites do material têxtil na produção das formas, recortes, sobreposição, construção e criação de superfícies, desfazendo malhas e transformando-as em fio.
Em consonância com os valores de sustentabilidade da Tintex, além da utilização de malhas em stock reaproveitou-se o que é considerado lixo: golas com defeitos; sobras e restos de produções e encomendas; testes de produção, etc., para grande parte das peças criadas.
É novamente incorporada nas criações a técnica de estampagem manual e tradicional do Bordado Madeira, com a ajuda da Bordal, Casa de Bordados e Fábrica Madeirense. Além da utilização dos seus desenhos antigos e históricos, foi cedida a “tinta azul” especial desta casa, mistura criada em colaboração com o Laboratório da Universidade da Madeira, para a produção de uma pasta mais natural e sustentável.
Indo ao limite das fronteiras, encontrou-se uma nova forma de construção e exploração das malhas, mantendo a funcionalidade e viabilidade das peças, e a cabeça no pescoço.

Date

Setembro 22, 2022

Like